Love Will Be Reborn, é um álbum dedicado à família - mas não da maneira típica com que estamos acostumados.
O álbum foi gravado no café de Martha Wainwright, em Montreal, com uma banda incluindo Josh Cole do grupo de jazz de Vancouver, o October Trio e Thom Gill e Phil Melanson, dos poppers indie de Toronto Bernice. Isso ajudou a dar a canções como a surpreendentemente robusta "Being Right" e a comovente "Body and Soul" uma sensação mais íntima do que seus lançamentos anteriores. Trabalhar com o produtor Pierre Marchand também trouxe um som pulsante como a abertura do álbum "Middle of the Lake".
A faixa final do álbum, "Falaise de Malaise", marca duas estreias para Martha, já que a música é cantada completamente em francês e o acompanhamento ao piano , trata-se da primeira vez que ela toca um instrumento num disco. Embora o fim do LP se arraste graças a canções estranhas como "Justice" e "Às vezes", Love Will Be Reborn é tão surpreendentemente e agradavelmente íntimo que irá ouvir de uma forma tão naturalmente e teatral.

Em “Um Café e a Conta”, Sam the Kid homenageia Valete, amigo de longa data. Neste novo disco o Sam pega nas canções de Valete e as trata. Esta homenagem em formato discográfico inclui 20 temas e está disponível nas plataformas de streaming e em formato físico.
"Este é um trabalho feito ao longo de 10 anos, usando as vozes do Valete como matéria", explica Sam The Kid na apresentação do disco num vídeo partilhado no YouTube onde os dois músicos ouvem o disco de uma ponta à outra.

LINGUA IGNOTA, o projecto da pianista e vocalista Kristin Hayter, tem sido imparável – tanto que já ultrapassou qualquer fronteira que possa definir o que é o underground, isto, tendo em conta a opressiva visceralidade da sua música, bem como os negros temas que aborda. Artista de formação clássica, LINGUA IGNOTA traduz o vocabulário do barroco para uma linguagem própria onde o contrapõe e justapõe a camadas de ruído, distorção, e de exorcismo dos seus demónios internos. Sinner Get Ready é o seu mais recente trabalho. Nele Kristin Hayter tece harmonias em camadas e instrumentos populares em uma plataforma formidável para expressar sua relação confusa com o cristianismo

O artista americano Nasir bin Olu Dara Jones popularmente conhecido como Nas lançou um novo álbum de estúdio intitulado “King's Disease II”. Todas as faixas são impressionantes e não vai deixar de adicionar todas à sua lista de favoritos. King's Disease II é a segunda edição da primeira versão King's Disease, que foi premiado com o prémio para o melhor álbum de Rap, Grammy 2021 Awards.

Pode fazer o download aqui.

Pág. 14 de 44