PROGRAMA 14 - EMITIDO EM 08/05/2018

Maio 68, cinquenta anos depois

PROGRAMA 13 - EMITIDO EM 24/04/2018

25 de abril

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo

poema de Sophia de Mello Breyner Andresen, no livro 'O Nome das Coisas'

LADO B
DA NOITE AO SILÊNCIO 
e o dia mundial da voz
Para assinalar o dia mundial da voz, que se comemora, esta segunda-feira, 16 de abril, o Lado B e Da Noite ao Silêncio, vão realizar uma emissão conjunta, amanhã a partir das 21h. Dois programas a uma só Voz.
Vamos estar à conversa com Rodolfo Castro, um contador de história que nasceu na Argentina e vive em Portugal. Rui Trindade, responsável pelo projecto Setúbal Voz, um coro que deseja ser uma referência nacional. Ana, uma profissional do sexo que nos vai falar das linhas eróticas e da importância da imaginação no sexo. Fernando Correia, uma voz marcante da rádio em Portugal, uma voz que ficará também sempre associada aos relatos de futebol. João Rosa, actor, encenador, professor da voz, na oficina da voz na Casa do Artista. A voz através dos gestos, ou seja, mãos que falam, olhos que ouvem, com as tradutoras de língua gestual portuguesa, Sandra Faria e Sofia Figueiredo.

PROGRAMA 12 - EMITIDO EM 10/04/2018

A música de Garda e Travadinha ocupam a primeira hora do programa. Na segunda hora as favelas brasileiras. Favela foi nome de planta, hoje é nome de crise social.

PROGRAMA 11 - EMITIDO EM 03/04/2018

Nesta edição da Noite ao Silêncio, falou-se dos direitos de autor e passou-se alguma da música que se encontra livre na Internet, para download, disponibilizada pelos seus autores. Na segunda hora, algumas viagens pela música portuguesa: a passagem de temas em suporte vinil, o disco de Petrus Castrus e Sheila, a trilogia de Fauto, quando é anunciado o seu concerto para outubro no CCB, o mais recente disco de Samuel e ainda a música de Pedro Barroso. Foram os mapas sonoros propostos.

PROGRAMA 10 - EMITIDO EM 27/03/2018

Programa dedicado a Nina Simone. Na segunda hora, Amélia Muge ― ARCHiPELAGOS ― Passagens.

PROGRAMA 09 - EMITIDO EM 20/03/2018

A partir da evocação da memória de Mariella Franco, falámos com Luis Leiria, jornalista, recentemente regressado do Brasil, sobre o assassinato da deputada do PSOL. Quais as consequências deste crime, a corrupção e o governo de Temer, as próximas eleições presidenciais e Lula da Silva, os esquadrões da morte, afinal existem ou não existem?

PROGRAMA 08 - EMITIDO EM 6/03/2018

Nesta edição DA NOITE AO SILÊNCIO, o convidado foi o jovem guitarrista Peter Wood, que para além da conversa também tocou ao vivo. Andrea Peniche foi a entrevistada a propósito do Dia Mundial da Mulher, a 8 de março. E para a música o destaque para alguns músicos que ainda não têm obra gravada.

PROGRAMA 07 - EMITIDO EM 27/02/2018

A passagem da poesia de Ruy Belo, no dia em que faria 83 anos. Assinalalada a data em que faleceu José Afonso. Uma conversa com o eng. Carlos Gaivoto sobre a política de transportes.

PROGRAMA 06 - EMITIDO EM 20/02/2018

Luis Buñuel e Carlos Paredes, preenchem a edição número 6 “da noite ao silêncio”

Luis Buñuel, um vanguardista, um surrealista, um virtuoso, um experimentalista, um malabarista. Pioneiro do vanguardismo surrealista, espalhou durante cinco décadas a diferença que caraterizava a sua corrente de pensamento e o seu talento em bruto, indo desde os dinâmicos anos 20 até aos estáveis anos 70.

“A imaginação é o nosso primeiro privilégio, tão inexplicável como o caso que a provoca.”

Carlos Paredes nunca rejeitou a influência que recebeu, tanto da música popular portuguesa como do próprio fado de Coimbra. A renovação e reinvenção da sonoridade da guitarra portuguesa que fez, resultou duma geração de 60 revitalizada por novos conceitos sócio-culturais, onde floresciam as vozes de José Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Luiz Goes e António Bernardino, bem como a poesia de Manuel Alegre, a guitarra de António Portugal e as violas de Rui Pato e Luis Filipe.

Foi dada especial atenção à improvisação na música de Carlos Paredes.

PROGRAMA 05 - EMITIDO EM 06/02/2018

Nesta edição a passagem da banda sonoro do documentário José e Pilar. Realizado por Miguel Gonçalves Mendes, a partir de mais de 200 horas de gravações com o escritor português, é uma co-produção entre Portugal, Espanha e Brasil, tendo sido estreado em novembro de 2010. Trata-se do relato sobre a vida do grande escritor português José Saramago e sua mulher Pilar del Rio, enquanto ele termina um de seus livros em sua casa na Espanha. O cotidiano simples e amoroso do casal é retratado de forma singela e direta. O disco por sí, pode ser um momento de rádio, onde se cruzam as palavras de José saramago e de Pilar del Río e a música de Noiserv, João de Sousa Carvalho, Luis Cília e Paco Ibañes entre outros. Na segunda parte do programa, Luis Pastor musicou 14 poemas de José saramago, num disco bilingue com o título “nesta esquina do tempo”.

PROGRAMA 04 - EMITIDO EM 23/01/2018

Ângelo Fernandes, fundador da Associação Quebrar o Silêncio foi o convidado desta edição "da noite ao silêncio". No passado dia 19 de janeiro a Associação Quebrar o Silêncio completou um ano de existência. E quanto à música? Quem se recorda de Melanie Safka? E os Iron Butterfly na altura em que iremos chegar ao silêncio. E ainda passagem de dois poemas de Fernando Pessoa, ditos por Germana Tânger que faleceu em Lisboa no dia 22 de janeiro.

PROGRAMA 03 - EMITIDO EM 16/01/2018

Uma breve visita ao trabalho do músico italiano Angelo Branduardi. Uma entrevista à escritora Ana Cristina Silva, a propósito do seu livro "mulher transparente", um livvro sobre a violência doméstica.

E ainda a música portuguesa com especial destaque para os musicos que ainda não têm obra editada em suporte físico, ou com edição de autor.

PROGRAMA 02 - EMITIDO EM 9/01/2018

Neste programa Silvia Pérez Cruz. Sílvia transporta tanto do fogo do flamenco quanto da liberdade aérea do jazz .
E ainda a apresentação de 3 discos produzidos em Portugal: Tocar o Chão de Carlos Peninha, Bela Senão Sem da Orquestra Jazz de Matosinhos & João Paulo Esteves da Silva e ainda The Blues Experience" da banda de Blues nacional, Budda Power Blues com Maria João.

PROGRAMA 01 - EMITIDO EM 2/01/2018

Passam 7 anos sobre a morte de Lhasa de Sela e 20 anos sobre o lançamento do seu primeiro disco. na primeira parte desta edição nº1, Da NOITE AO SILÊNCIO, vamos fazer uma breve referência à sua Obra.

Lhasa de Sela nasceu na pequena cidade de Big Indian, no estado americano de Nova Iorque, em 1972. Passaria a infância viajando com o pai mexicano e a mãe, uma americana de ascendência judia, pelo México e os Estados Unidos com os seus oito irmãos. Mais tarde fixou residência em Montreal, no Canadá, onde começou por se apresentar em bares e clubes da cidade. O primeiro álbum de poemas líricos seria lançado em 1997, intitulado La llorona, com poemas de sua autoria e performances da tradição mexicana.
Em 2003, quase 7 anos depois do seu primeiro disco, Lhasa de Sela alcança o seu reconhecimento e um certo culto ao editar o álbum The Living Road.
Neste segundo trabalho, Lhasa recusa o rótulo que lhe foi colado: a de uma artista exótica.
Em Living Road, Lhasa de Sala leva-nos a todos os lugares, as suas interpretações são vibrantes e emocionantes, sem fronteiras, o mundo a nossos pés.
O terceiro disco de originais de Lhasa de Sela foi publicado em 2009. Nesta altura, já havia sido diagnosticado um cancro da mama que viria a vitimá-la a 1 de janeiro de 2010. Como prevendo o fim, e como uma espécie de lápide, este terceiro trabalho teve o seu próprio nome Lhasa.
Escrito e gravado em fita magnética, por ela própria, este terceiro demonstra a maturidade da seu autora. A atenção dada pelos músicos e pela cantora é notória nas mudanças subtis de intensidade e tempo. Este álbum nos faz viver uma experiência musical extraordinária.
A escolha dos instrumentos é simples e incomum: harpa, guitarras acústicas, guitarra, contrabaixo, bateria, piano. As melodias são familiares, irresistíveis e ao mesmo tempo originais. Os textos, escritos em inglês, são claros e cheios de imagens.
No dia 1 de dezembro, do ano que agora se findou, foi lançado um disco ao vivo de Lhasa de Sela, gravado em REYKJAVIK.

Os temas seleccionados:
My Name (4:17)
De Cara a La Parede (4:15) – La Llorona
La Celestina (4:47) – La Lorona
Com toda a palavra (4:29) – The living road)
Soon this space will be to small (4:45) - The living road)
Rising (3:48) – Lhasa
Bells (5:03) – Lhasa
Where do you go (4:28) - Lhasa
A change is gonna come (5:44)
Para el fin del mundo (8:32)

VOZ ONLINE é o nome da rádio licenciada pela Associação Voz Online Rádio - ARDVOZ.

Todos os direitos reservados.

 

 

 

 

 

 Registada na ERC com o nº 700077

Rua Febo Moniz, nº 13, r/c
1150-152 Lisboa
© 2017 ARDVOZ - ASSOCIAÇÃO RÁDIO VOZ ONLINE

Please publish modules in offcanvas position.