Esta noite grita-se - Vida x 3, de Yasmina Reza

Fruto de um lapso de agenda, um casal com um filho pequeno recebe em sua casa, um dia antes do previsto, um outro casal para jantar. É este o ponto de partida que Yasmina Reza usa para expor os conflitos da classe média civilizada. Como se as boas maneiras, que dão forma às relações no nosso mundo civilizado, estalassem, deixando a descoberto a natureza selvagem da humanidade.
O Esta noite grita-se, projeto de leituras de textos de teatro em espaços de Lisboa, vai levar ao palco Vida x 3 da dramaturga francesa Yasmina Reza. A peça divide-se em três partes que apresentam três versões de uma mesma situação: um casal com um filho pequeno recebe outro casal mais velho para jantar no dia anterior ao previsto. A ascendência profissional do homem visitante face ao visitado, as dinâmicas disfuncionais dos casais, o papel dúbio das mulheres e o exercício incerto da parentalidade criam o ambiente ideal para o brotar de conflitos latentes. Numa tradução de Luís Moreira e Miguel Ramos, esta edição terá a direção de Luís Moreira e de Miguel Maia. Interpretam António Mortágua, Patrícia André, Paulo Pinto e Rita Loureiro.

Rodolfo Castro, no convento de Óbidos, dia 26 de Abril em “Contos no Convento”

Óbidos celebra o Dia Mundial do Livro com uma sessão de contos e histórias, no convento de São Miguel das Gaeiras, dia 26 de Abril, pelas 14h30.
A sessão, aberta ao publico, contará com a presença de Rodolfo Castro.
Com uma vasta experiência nacional e internacional na área da promoção da leitura e de contos, Rodolfo Castro, nascido em Buenos Aires, iniciou a sua carreira profissional em 1993, como autor e contador profissional de histórias.
Rodolfo Castro foi entrevistado para a os programas "Lado B" e "Da Noite ao Silêncio", no âmbito da comemoração do dia mundial da voz.

Para o seu fim de semana

DONA ROSINHA, A SOLTEIRA ou A LINGUAGEM DAS FLORES

de FEDERICO GARCIA LORCA

Do Teatro Meridional, ou se sai de lágrimas nos olhos ou a rir desbragadamente. O texto de Lorca foi escrito no final dos anos 20 mas podia ter sido escrito ontem. Está lá tudo: a força das mulheres, o amor, o desamor, as classes sociais, as aparências, a lealdade, até as hipotecas das casas. Depois (ou antes) está a abordagem, a encenação da Natalia Luiza, o cenário e figurinos da Marta Carreiras, a música do Rui Rebelo e às interpretações das actrizes Carla Chambel, Susana Madeira e Raquel Oliveira. Só para citar as âncoras da peça. E há quem pergunte para que serve a cultura...

SINOPSE

Rosinha é jovem e está apaixonada pelo primo, com quem vai casar. Vive numa casa de província com os Tios, por quem foi adotada. No entanto, os pais do noivo, por motivos de saúde, clamam a presença do amado, para que este os ajude na reabilitação de uma fazenda da família.

Com dor, Rosinha e o noivo despedem-se em promessa mútua de ser breve a separação. Rosinha fica a preparar o enxoval, enquanto vai aguardando as cartas do seu amor.

DISCOCRACIA

“ERA UMA VEZ UM PAÍS”

No dia 25 de Abril de 1974 Portugal terminava definitivamente com meio século de opressão, medo e atraso.
No dia anterior a rádio foi a “senha” para o arranque simultâneo dos militares que decidiram acabar de uma vez por todas com uma ditadura que definhava o País 
A "senha", constituída pela canção Grândola, Vila Morena, de José Afonso, foi para o ar no programa Limite da Rádio Renascença, à meia-noite e vinte, antecedida da leitura da sua primeira quadra.
Era o arranque sincronizado e irreversível das forças do MFA (Movimento das Forças Armadas).
O Rádio Clube Português é ocupado por militares e transformado no posto de comando do «Movimento das Forças Armadas» - por este motivo a emissora fica conhecida como a “Emissora da Liberdade”.
Portugal foi, nessa altura, um verdadeiro laboratório de análises sociais e políticas. 
Lugar de fascínio para uns, mas também de fortes receios para outros, atendendo à nossa especial posição geopolítica e geo-estratégica, fomos, naqueles breves, mas intensos e exaltantes meses, notícia de primeira página um pouco por todo o mundo, mas sobretudo na Europa, nessa velha Europa que, no dizer de Eduardo Lourenço, "queríamos revolucionar e que, diga-se de passagem, julgou que ia revolucionar-se connosco”.

Utopia ou não! Talvez um dia!..

As propostas músicais:
SÉRGIO GODINHO – NAÇÃO VALENTE; DEAD COMBO – ODEON HOTEL; PAUS – MADEIRA

APÓSTROFE

Li Alves convidou esta semana Cristóvão Campos. Começou, de forma acidental, pelo cinema com a curta-metragem 1975 de Manuel João Águas, em 1999. Seguiram-se várias participações em séries e novelas de televisão, em projectos como: Uma Aventura; O Bairro da Fonte; Olhar da Serpente; Pai à Força; Conexão, telefilme de Leonel Vieira, a série Filhos do Rock e a novela Coração D´Ouro.

RASCUNHOS

Cristina Alves entrevista Miguel Peres, autor de dois livros de banda desenhada, coeditor da Bicho Carpinteiro. Uma conversa à volta dos dois livros do autor e as novas publicações da editora.

LADO B

DA NOITE AO SILÊNCIO 
e o dia mundial da voz

Para assinalar o dia mundial da voz, que se comemora, esta segunda-feira, 16 de abril, o Lado B e Da Noite ao Silêncio, vão realizar uma emissão conjunta, amanhã a partir das 21h. Dois programas a uma só Voz.
Vamos estar à conversa com Rodolfo Castro, um contador de história que nasceu na Argentina e vive em Portugal. Rui Trindade, responsável pelo projecto Setúbal Voz, um coro que deseja ser uma referência nacional. Ana, uma profissional do sexo que nos vai falar das linhas eróticas e da importância da imaginação no sexo. Fernando Correia, uma voz marcante da rádio em Portugal, uma voz que ficará também sempre associada aos relatos de futebol. João Rosa, actor, encenador, professor da voz, na oficina da voz na Casa do Artista. A voz através dos gestos, ou seja, mãos que falam, olhos que ouvem, com as tradutoras de língua gestual portuguesa, Sandra Faria e Sofia Figueiredo.

JAZZ & TAL

Vasco Sousa com Renaud Garcia

No “Jazz & tal…” desta segunda-feira, Vasco Sousa trouxe a música de Renaud Garcia-Fons, um fabuloso contrabaixista francês, não só pela sua técnica e genialidade, mas pela sua abordagem ao Flamenco, à música mediterrânica e ao jazz, não esquecendo as suas raízes clássicas. O autor de Jazz & Tal teve o prazer de conhecer Renaud Garcia-Fons e de com ele conversar, na região de Toulouse há cerca de 8 anos.

JAZZ & TAL de 15 em 15 dias, às segundas-feira, depois das 21h.

 JAZZ FAZ TARDE

 A Revolução, nunca deixará de ser um improviso. Os acontecimentos ocorrem de tal forma, que quando olhamos para trás, cada minuto vivido parece horas, os dias, anos e os anos, décadas. Nesta edição de "Jazz faz tarde", o Jazz e a Revolução de Abril.
0. Charlie Haden (2:45)
1. Carlos Martins - "Revolução romântica (Grândola Vila Morena)" album " Sempre" (1999) (7:06)
2. Carlos Martins - "Maio maduro Maio" album "Sempre" (1999) (5:32)
3. Filipe Raposo - Que o Amor Não me Engana (8:22)
4. Carlos Barretto - "Terra de ninguém" album "Labirintos" (2010) (7:46)
5. Filipe Raposo - As Guerras se Apregoaram (10:43)
6. Charlie Haden & Carla Bley - Introduction to People_The People United Will Nevel Be Defeated (5:30)
7. Mário Laginha e Bernardo Sassetti - Abril a quatro mãos (Grândolas)

OS CANTOS DA CASA

Cristina Branco n' Os Cantos da Casa
Cristina Branco ― Branco, 2018.
Três Bairros ― O turno da noite, 2017.
Michel Giacometti ― Cancioneiro popular português, 1981.
Joly Braga Santos ― Divertimento No. 1, 2004.
Mal Morto ― Sonhos desfeitos, 2015.
Com Octávio Fonseca e Pedro ramajal, segunda-feira, às 22h

DA NOITE AO SILÊNCIO

25 de abril
Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo

poema de Sophia de Mello Breyner Andresen, no livro 'O Nome das Coisas'

terça-feira, às 22h

Podes descarregar a nossa app para Android. Basta clicar sobre a imagem.

Ouve a VOZ ONLINE no teu telemóvel

 

VOZ ONLINE é o nome da rádio licenciada pela Associação Voz Online Rádio - ARDVOZ.

Todos os direitos reservados.

 

 

 

 

 

 Registada na ERC com o nº 700077

Rua Febo Moniz, nº 13, r/c
1150-152 Lisboa
  Voz Online:  
--:--  | : 20hs-24hs -
Toggle Bar
© 2017 ARDVOZ - ASSOCIAÇÃO RÁDIO VOZ ONLINE

Please publish modules in offcanvas position.